quarta-feira, 29 de abril de 2015

Confeção de gomas sem adição de açúcar na Bimby - 2º ano

Que manhã tão divertida!

Depois de fazermos o pudim de pão, confecionámos gomas sem adição de açúcar na Bimby.
As forminhas da nossa professora eram engraçadas. Tinham vários formatos apetitosos.
Esta é uma boa ideia para ensinarmos às nossas mães, em vez das tradicionais gomas cheias de açúcar que há a vender.
Experimentem e bom apetite!


Receita
200ml de água
20g de gelatina neutra
1 saqueta de gelatina (sabor à escolha)

Juntar tudo no copo e bater 10segundos, velocidade 4. De seguida programar 5 minutos, temperatura 100, velocidade 2.
Deitar em formas previamente molhadas em água fria. Solidifica em duas horas.


Turma do 2º ano

Pudim de pão na Bimby

Somos uma escola muito "bimbólica"!
Usar um "robot de cozinha" facilita muito a tarefa de cozinhar.  E nós, estamos encantados com os nossos cozinhados.
Que delícia este pudim de pão!
Aqui está a receita (copiem o link):
http://www.mundodereceitasbimby.com.pt/receitas/9117/pudim-de-pao.html

Novidades da nossa horta: apanha das batatas e confeção de um puré na Bimby - 1º ano


Cada vez estamos mais entusiasmados com a hortinha. Hoje apanhámos as batatas (semilhas) e depois fizemos um puré na Bimby para o almoço. Algumas batatinhas estavam grandes, outras mais pequeninas, mas foi divertido tirá-las da terra.
O puré também ficou saboroso. Usámos as batatinhas, leite, um pouco de sal, um pouco de manteiga e uma pitada de noz moscada.

Que delícia!



Turma do 1º ano

terça-feira, 28 de abril de 2015

Programa Dia da Mãe /30 de abril de 2015

Olá amiguinhos!
Preparámos muitas surpresas para o Dia da Mãe. Desta vez vamos surpreender com novas ideias. 
Somos uma escola muito criativa e dinâmica. 
Queridas mães, preparem-se para os novos desafios que aí vêm. Vejam o programa:



Aventura Rodoviária IV-Capitulo IV

No âmbito da educação de Segurança Rodoviária, especificamente na tarefa proposta “Aventura Rodoviária IV-Capitulo IV” os alunos do terceiro e quarto anos de escolaridade desenvolveram a escrita criativa ao produzir um conjunto de rimas que ilustram as suas representações gráficas. Os trabalhos elaborados têm como objetivo o desenvolvimento de comportamentos de vigilância, prudência e cidadania, visto que apostamos na prevenção dos acidentes rodoviários e na redução das suas consequências. Vamos relembrar algumas das regras de prevenção rodoviária para uma circulação sem percalços.

Antes de viajar:
  • Devemos verificar as condições de segurança do veículo (estado dos pneus, travões, direção, suspensão, dispositivos de sinalização e funcionamento dos limpa para-brisas);
  • Verificar sempre o acondicionamento e distribuição da carga;
  • Ter em atenção os fatores que condicionam a condução (medicamentos, álcool, fadiga...);
Durante a viagem:
  • Não ingerir bebidas alcoólicas, a condução sob influência de álcool põe em risco a segurança de todos;
  • Ter muita atenção ao transporte de crianças (sempre no banco traseiro com cinto de segurança ou com dispositivo de retenção adequado);
  • Certificar-se que todos os ocupantes usam cinto de segurança;
  • Ter atenção à velocidade (respeitar os limites) e ajustá-la ao estado do pavimento;
  • Manter uma distância de segurança em relação aos veículos da frente;
  • Ter atenção às ultrapassagens, não arriscar;
  • Evitar quaisquer manobras perigosas;
  • Com chuva ou nevoeiro deve circular com os médios e faróis de nevoeiro ligados;
  • Em autoestrada, circular sempre pela direita, utilizando a via da esquerda exclusivamente para ultrapassar;
  • Em caso de avaria, imobilizar o veículo na berma e colocar o colete e triângulo de sinalização de forma visível;
  • Em viagens longas, fazer pausas pelo menos de duas em duas horas.
Boa Viagem …:)
video











sexta-feira, 24 de abril de 2015

Comemoração do dia Internacional da Terra - Visita de Estudo ao Pico de Ana Ferreira


Na visita que realizámos ao Pico de Ana Ferreira, a engenheira Rubina Brito, mostrou-nos imagens do livro «As idades da ilha do Porto Santo».   
   
O livro compara as fases de evolução de uma ilha vulcânica às principais etapas de desenvolvimento de uma pessoa.
- Ilha menina (montanha submarina);
- Ilha adolescente (aparecimento da Ilha);
- Ilha mulher (crescimento da ilha);
- Ilha idosa (erosão da ilha).
A Ilha do Porto Santo tem 18 milhões de anos. O Pico de Ana Ferreira pertence à fase da Ilha mulher. Eis o excerto do livro correspondente à imagem do Pico:
“Já a mulher e grandiosa, agitava-se atirando enormes quantidades de cinzas para o ar enquanto soltava os seus lindos cabelos avermelhados deixando-os deslizar até ao mar”.


Joana Branco 4º ano


quinta-feira, 16 de abril de 2015

Esparregado de couves da nossa horta, com a ajuda da Bimby - 3º ano

Apanhámos as nossas couvinhas da horta e fizemos um esparregado de couves. As professoras mostraram-nos um robot de cozinha muito conhecido: a Bimby.
Ela pesa, tritura, coze, pulveriza, amassa.... enfim, tem imensas funcionalidades. 
Comemos o esparregado à hora do almoço. Que delícia!

Sandes de alface da nossa hortinha. - 3º ano

Amiguinhos!

Apanhámos a alface da nossa hortinha e colocámos no pão. As professoras estavam tão entusiasmadas e nós adorámos as sandes. Estavam maravilhosas!
Vamos fazer mais vezes...

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Composição - Tema livre V


Chegou a Primavera 

A Primavera chegou com flores bem bonitas e novas paisagens mais coloridas e enfeitadas nos quintais das pessoas.
         A Primavera é uma das melhores estações do ano porque além de estar perto do verão que é uma das melhores estações do ano, embora o inverno seja a minha estação favorita.
         Na Primavera existem mais possibilidades de ouvirmos a natureza, pois a Primavera chama-a de uma maneira mais forte que as outras estações do ano, porque a transformação, a criação, a beleza e os sons aparecem nesta estação.
         O barulho dos passarinhos, o chilrear dos filhotes nos ninhos, o som dos repuxos e sinto que esta estação está a ligar-me muito mais à natureza e ao hábito de cuidar dos jardins e partes da natureza.
Enfim, esta estação parece ser a minha preferida.
Adoro a Primavera!

Joana Branco 4º ano

Composição - Tema livre IV


O meu futuro

     Eu, no futuro, gostaria muito de ser um grande jogador de futebol que fosse popular e não fosse odiado por ninguém. Eu gostava muito de ser como os melhores do mundo como por exemplo: Cristiano Ronaldo, Lionel Messi, Neymar…
     No futuro, quero ser rico mas não ganancioso, como algumas pessoas. Também queria ser musculado e ter miúdas giras atrás de mim.
     Eu queria ter um Bugatti Veyron e um Lamborghini. A minha casa iria ter jacúzi, um parque de diversões, um parque aquático. Dentro da casa ia ter um telemóvel e muitas mais coisas divertidas.
     Gostaria de ter o melhor jato e um submarino, só meus.
     Ia adorar viver neste futuro maravilhoso, espectacular e fantástico.

 Isaque 4º ano



Composição - Tema livre III


A minha mãe

      Gosto muito da minha mãe, pois é muito minha amiga e sensata, ajuda-me nos trabalhos de casa, é ela que cuida de mim todos os dias etc.
         Ela leva-me à catequese também à escola, mas eu gosto verdadeiramente dela porque ela é bondosa, carinhosa, amiga, fofinha etc.
         Eu, às vezes, desobedeço-a e ela briga comigo mas eu sei que ela só me quer proteger, pensando no melhor para mim.
         Eu gosto que ela me faça festinhas na cabeça, ajuda-me a adormecer mas não gosto quando ela me trata como uma criança de 5 anos porque não gosto de parecer bebé, isso chateia-me.
         No meu dia de aniversário, ela ofereceu-me o insuflável e eu agradeci, porque estava muito grata pelo presente.
         Amo a minha mãe, do fundo do coração!

    Carla 4ºano


Composição - Tema livre II

O meu herói


O meu avô é um grande herói!
Vou-vos contar a história do meu grande herói.

 O meu avô é um grande herói porque criou a minha grande família, também é um atleta, já me salvou de me afogar na praia e já esteve em risco de morte para proteger a minha família. Pelo que parece o meu avô é o único que posso confiar pois ele promete-me que não diz a ninguém os meus segredos e cumpre a sua promessa. Provavelmente o meu herói deve gostar tanto de mim como eu gosto dele.
Lembro-me naquele dia, talvez há cinco anos, o meu avô foi pescar comigo, o anzol prendeu-lhe nas calças e elas saíram, ainda bem que o meu herói tinha fato de banho.
O meu avô nasceu no fim de ano, dia de  São Silvestre, por isso chama-se Silvestre.
Enfim, nem todos podem ter um avô assim!                                                

 Kika 4ºano

 


Composição - Tema livre I


Uma família unida

Hoje, vou-vos contar uma história sobre o carinho de uma família unida.
Num belo dia, estava um pai e uma menina chamada Cátia a passear. Decidiram sentar-se num banco a falar sobre os tempos passados dos dois, quando ainda estavam todos, numa família. O pai, ao lembrar a Cátia dos seus velhos tempos,  ela começou a chorar, porque a menina já tinha saudades de estarem todos unidos.
- Pai porque não estamos com a mãe? – questionou a Cátia.
- Ó filhota, nós nem sempre estamos bem, lembras-te eu e a mãe estávamos sempre a discutir. Às vezes não conseguimos explicar tanta coisa do que acontece. A vida dá tantas voltas e prega-nos tantas partidas.
A menina ao ouvir o pai dizer aquilo ainda ficou mais triste. A Cátia sabia que embora a mãe fosse a sua melhor amiga, já não podia passar tanto tempo com ela. Só de pensar nisso já sentia saudades.
Gostava tanto do seu pai como da sua mãe. No seu quarto tinha uma fotografia da mãe. Que saudades!
Saudades de estar com a mãe, o pai, o irmão, todos na mesma casa. Saudades de serem uma família só, uma casa só, sem amor para dividir, sem discussões, ser simplesmente e somente uma família unida onde o amor não divide, une para sempre.

Inês 4º ano

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Como está a nossa hortinha em abril?

Cenourinhas a crescer, 
batatinhas a crescer,
cebolinhas a crescer
e alfaces e couves já prontinhas para comer. 
Sem esquecer as plantinhas aromáticas, a salsa, os coentros e os rabanetes, que não nos cansa ver!

Compostagem - A matéria orgânica em transformação (abril)

Amiguinhos!

A nossa matéria orgânica está em transformação dia após dia. Parámos de colocar os  materiais no  compostor porque queremos deitar o composto em junho, na nossa hortinha. Já conseguimos ver o composto por baixo das folhinhas secas.
As minhocas, os microorganismos, a temperatura e a humidade estão a fazer maravilhosamente o seu trabalho. 
A natureza tem tantos segredos! ;)